30 de dezembro de 2021

METAS DE LEITURA DE 2021 (OU NÃO): Projeto Desencalha 21

A Raissa do @lendocomrai lançou para 2021 o Projeto Desencalha 21, O intuito do projeto era Desencalhar 21 livros nesse ano...


Esse projeto, serviu para organizar os meus livros que estavam a um tempo na prateleira dos livros Não Lidos já que eu comprei muitos livros ano passado... Confesso que, eu não levei a leitura dos livros encalhados com a seriedade que deveria... Porquê eu acabei lendo outras coisas e li outros livros que percebi somente no final da leitura que caberia no Projeto Desencalha 21.

LIVROS QUE li



  1. A Revolução dos Bichos | Autor: George Orwell|Editora: Autêntica| Avaliação:☕☕☕☕☕ [Resenha
  2. Os 13 Porquês ( Thirteen Reasons Why)|Escritor: Jay Asher|Editora: Ática| Avaliação: ☕☕☕.. [Resenha]
  3. A biblioteca da meia-noite | Autor: Matt Haig (EUA)|Editora: TAG Inéditos (vai ser lançado pela Bertrand em outubro)| Avaliação: ☕☕☕☕ [Resenha]
  4. Em Algum Lugar Nas Estrelas (Navigating Early)|Escritora: Clare Vanderpool|Editora: Darkside Books|Avaliação: ☕☕☕☕☕ [Resenha]
  5. Passarinha | Escritora: Kathryn| Erskine| Editora: Valentina| Avaliação: ☕☕☕☕☕ [Resenha]
  6. Cores Vivas | Autora: Patrice Lawrence| Editora: DarkSideBooks Avaliação:☕☕☕.. [Resenha]
  7. O Labirinto do Fauno | Autores: Guillermo del Toro e Cornelia Funke| Editora: Intrínseca| Avaliação: ☕☕☕☕☕💓 [Resenha]
  8. Tipo uma história de amor |Autor: Abdi Nazemian| Editora: Harper Collins| Avaliação: ☕☕☕☕☕ [Resenha]
  9. Lady Killers: Assassinas em Série: As mulheres mais letais da história por Tori Telfer | Editora: DarkSideBooks [Faltou escrever a resenha]

Livros que abandonei



O Circo Mecânico -Tresaulti, Genevieve Valentine - Editora: DarkSide.

Num mundo pós-apocalíptico, onde as pessoas não tem mais acesso à tecnologias de ponta, uma caravana circense leva esperança por onde passa. Os artistas são sobreviventes de guerra, que tiveram seus corpos mutilados reconstruídos com complexas estruturas mecânicas. 


Sintuação: Eu estava com grandes expectativas na leitura desse livro por ter uma temática circense... Eu tenho uma grande dificuldade em continuar a leitura quando não sei identificar a narrativa em que a história esta sendo contada. Resolvi dar uma pausa nessa leitura, mas inda pretendo ler esse livro sem muitas expectativas dessa vez.

A Menina Submersa: Memórias: Um caso de amor para toda vida por Caitlin R. Kiernan - editora: Darkiside


A Menina Submersa: Memórias: Um caso de amor para toda vida é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do "real" sobre o "verdadeiro" e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos.

Sintuação: Quando eu comecei a ler A Menina Submersa: Memórias: Um caso de amor para toda vida eu estava passando por uma pseudo ressaca literária... Até comecei a escrever um texto e arquivei para postar quando escrever a resenha desse livro. Porém, pretendo começar a ler esse livro ano que vem.

LIVROS QUE eu não li



  1. FRIDA KAHLO E AS CORES DA VIDA - Caroline Bernard TAG
  2. O Mapa de sal e estrelas, - TAG
  3. Geek Love| Autora: |Editora: DarkSide Books.
  4. VHS
  5. Psicopata Americano
  6. Dias de Despedida
  7.  Luz Ardente e Brilhante
  8.  Minha vida fora dos Trilhos
  9.  A Guerra Que Salvou a Minha Vida |Autora: Kimberly Brubaker Bradley| Editora: Darkside Books [releitura]
  10. A guerra que me ensinou a viver |Autora: Kimberly Brubaker Bradley| Editora: Darkside Books [releitura]


Como eu já tinha escrito...."Eu não levei o projeto das leitura dos livros encalhados com a seriedade que deveria...". Porém, ano que vem eu irei incluir os Livros que eu não li na meta literária do ano.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também 

23 de dezembro de 2021

📚 ☕ TAG dos 50% 📚 ☕ (2° Semestre)

Faltam alguns dias para 2021 acabar... Amtes que o ano acabe, eu continuarei a responder a 📚 ☕ TAG dos 50% 📚 ☕ (2° Semestre) que basicamente de trata de fazer um balanço dos livros lidos nesses últimos 6 meses.

 

📚O melhor livro que você leu no 2°semestre, em 2021.

A melhor leitura desse semestre também foi o livro mais aguardado do segundo semestre. O livro Para Sempre Vou Te Amar da autora Catherine Ryan Hyde da editora Darkside ☕☕☕☕☕   [Resenha]

📚 A melhor continuação que você leu no 2°semestre, em 2021: Algum lançamento do segundo semestre que você ainda não leu, mas quer muito.

Eu quero muito ler os 02 HQ´s que foi lançado no segundo semestre desse ano. Heartstopper: Dois garotos, um encontro (vol. 1) e Heartstopper: Minha pessoa favorita (vol. 2)

📚 O livro mais aguardado do segundo semestre.


Uma das coisas mais surreais que fiz esse semestre foi comprar o livro Para Sempre Vou Te Amar  ainda no pré lançamento. Embora, a linha Darklove seja uma das minhas preferidas da editora eu não costumo comprar livros no pré lançamento...

📚  O livro que mais te decepcionou esse ano. 

No inicio do ano, eu comecei a ler Graphic Novel é uma expansão do universo sombrio e fantástico da editora DarkSide® Eu não tenho o hábito de ler HQ´s ... Porém, eutive um experiência bem bacana com o "O Principe e a Costureira" da mesma linha o que não se repetiu com  o livro A bruxa Margaretde autoria de Jim Broadbent & Dix. Esse Graphic Novel foi o livro que mais me decepcionou esse ano.



A leitura do Graphic Novel A bruxa Margaret foi decepcionante pois, eu senti falta dos diálogos durante a narrativa... Embora, tenha mostrado os elementos sobrenaturais e sombrios faltou os diálogos para os personagens transmitirem algo além dos sentimentos subentendidos que  transitam entre agonia, tristeza, vergonha e alegria.

📚 O livro que mais te surpreendeu esse ano. 

O livro que mais te surpreendeu esse ano, foi o livro A biblioteca da meia-noite do Autor Matt Haig (EUA) que foi lançado pela editora: Bertrand ☕☕☕☕ [Resenha].


Quando eu organizei a TBR da Spookytona no inicio do mês de outubro eu vi o nome do livro A biblioteca da meia noite e achei que seria um livro de terror... No primeiro capitulo, já percebemos que é um livro bastante reflexivo sobre fazer escolhas durante a vida e o quanto isso pode ser assustador.

📚 Novo autor favorito (que lançou seu primeiro livro nesse semestre, ou que você conheceu recentemente).

Eu conheci Guillermo del Toro & Cornelia Funk na leitura do livro O Labirinto do Fauno ... e acabaram tornando-se os meus escritores preferidos esse ano.


Título: O Labirinto do Fauno | Autores: Guillermo del Toro e Cornelia Funke| Editora: Intrínseca| Avaliação:  ☕☕☕☕☕💓 [Resenha]

📚  A sua quedinha por personagem fictício mais recente.

Eu tive uma quedinha pelo Marlon, do Cores Vivas. Embora seja um menino super protegido pela mãe para não ir para o caminho errado como o seu irmão... Ele é um menino bom que faz umas escolhas erradas durante a narrativa que faz o leitor quer dar uns tapas no Marlon.

📚 Seu personagem favorito mais recente. 

O Friedrich, que nasceu com uma mancha no rosto de nascença vê o sonho de se tornar músico interrompido pela ascensão do nazismo. Do livro ECOS - Em Harmonia Com os Irmãos Grimm da autora Pam Muñoz Ryan  [Resenha]

 📚 Um livro que te deixou feliz nesse segundo semestre.

Eu esqueci de escrever sobre o livro Tipo uma história de amor do autor Abdi Nazemian que foi a leitura que eu mais fiquei feliz de ter a oportunidade de ler esse ano... Confesso, que tive receio de ler esse livro não pela temática lgbtqia+ mas, pela quantidade conteúdo sensível durante a narrativa.


A leitura do livro Tipo uma história de amor tem uma narração boa e bastante fluida. Embora, eu tenha voltado umas trinta páginas... Os capítulos são divididos pela narrativa de três personagens diferentes e isso pode confundir um pouco o leitor. A narrativa, é dividida pelos personagens: Reza, que sabe há muito tempo que é gay; Judy, uma aspirante a estilista que adora criar e usar roupas coloridas e Art é o único garoto assumidamente gay da escola. A história começa em 1989, o jovem iraniano Reza se muda para Nova York com a mãe para morar com seu padrasto e o filho dele.

📚Melhor adaptação cinematográfica de um livro que você assistiu até agora, em 2021.

Eu assisti primeiro o filme O Labirinto do Fauno - Guillermo del Toro & Cornelia Funk e depois fiz a leitura do livro.

📚 Sua resenha favorita desse segundo semestre (escrita ou em vídeo).

No segundo semestre de 2021, eu fiz uma re-leitura do livro ECOS - Em Harmonia Com os Irmãos Grimm da autora, Pam Muñoz Ryan da editora Darkside Books e acabei escrevendo a resenha e tirando novas fotografias para colocar aqui no blog [Resenha]




Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também 

15 de dezembro de 2021

Leituras do Mês: Novembro


Em novembro, eu continuei a ler a TBR de Halloween... Um livro que constava na tbr entrou na LC do Grupo Multiverso 📖🖤🎬 - Grupo de leitura coletiva e debate de filmes. Nossa, fazia tempo que eu não via um grupo tão comprometido em criar uma dinâmica que proporcione uma experiência literária tão bacana e troca de conhecimentos entre os leitores.


Além, das Resenhas Literárias que escrevo depois de terminar cada leitura. Percebi a necessidade de escrever sobre as minhas Primeiras Impressões antes de terminar essas leituras e 5 motivos para ler.
  • O QUE EU LI ESTE MÊS

 

🔖 PRIMEIRAS IMPRESSÕES #06: O LABIRINTO DO FAUNO - GUILLERMO DEL TORO & CORNELIA FUNKE


Depois de assistir o filme O Labirinto do Fauno que foi lançado em 2006, escrito, dirigido e produzido por Guillermo del Toro. Eu comecei a ler o livro que foi escrito por Cornelia Funke que deu a história as palavras que ela merecia... Cornelia descreve a história do filme com muita fidelidade e sensibilidade. Sua escrita é mágica e nos faz visualizar cada acontecimento de forma muito próxima da que vemos na tela.


📖 RESENHA: O LABIRINTO DO FAUNO - GUILLERMO DEL TORO & CORNÉLIA FUNKE




Sinopse: No ano de 1944, Ophélia e a mãe cruzam uma estrada de terra que corta uma floresta longínqua ao norte da Espanha, um lugar que guarda histórias já esquecidas pelos homens. O novo lar é um moinho de vento tomado pela escuridão e pela crueldade do capitão Vidal e seus soldados, dispostos a tudo para exterminar os rebeldes que se escondem na mata. Mas, o que eles não sabem é que a floresta que tanto odeiam também abriga criaturas mágicas e poderosas, habitantes de um reino subterrâneo repleto de encantos e horrores, súditos em busca de sua princesa há muito perdida. Uma princesa que, segundo os sussurros das árvores, finalmente retornou ao lar.

5 MOTIVOS PARA LER: O LABIRINTO DO FAUNO - GUILLERMO DEL TORO & CORNELIA FUNKE


Sempre que termino de ler um livro eu gosto de pontuar os 05 motivos que eu considero importantes para que outros leitores tenham vontade de ler esse livro e não apenas uma simples indicação...

📚 LADY-KILLERS: ASSASINAS EM SÉRIE

Inspirado na coluna homônima da escritora Tori Telfer no site Jezebel.com, Lady Killers: Assassinas em Série é um dossiê de histórias sobre assassinas em série e seus crimes ao longo dos últimos séculos, e o material perfeito para você mergulhar fundo em suas mentes. Com um texto informativo e espirituoso, a autora recapitula a vida de catorze mulheres com apetite para destruição, suas atrocidades e o legado de dor deixado por cada uma delas. As histórias são narradas através de um necessário viés feminista. Telfer dispensa explicações preguiçosas e sexistas e disseca a complexidade da violência feminina e suas camadas. A autora também contesta os arquétipos — vovó gentil, mãe carinhosa, dama sensual, feiticeira traiçoeira, entre outros — e busca entender por que as mulheres foram reduzidas a definições tão superficiais.

Embora, seja uma leitura rápida... Eu estou lendo em um ritmo mais lento que o de costume. Eu vou organizar as postagens direitinho as fotografias estão prontinhas para o post do ano que vem.


Sinopse: Quando pensamos em assassinos em série, pensamos em homens. Mais precisamente, em homens matando mulheres inocentes, vítimas de um apetite atroz por sangue e uma vontade irrefreável de carnificina. As mulheres podem ser tão letais quanto os homens e deixar um rastro de corpos por onde passam — então o que acontece quando as pessoas são confrontadas com uma assassina em série? Quando as ideias de “sexo frágil” se quebram e fitamos os desconcertantes olhos de uma mulher com sangue seco sob as unhas?



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também 

1 de dezembro de 2021

Resenha: O Labirinto do Fauno - Guillermo del Toro & Cornélia Funke

 “Todos nós inventamos nossos contos de fadas”

Esse final de semana, eu terminei de ler o livro O Labirinto do Fauno escrito por, Guillermo del Toro &  Cornélia Funke junto com o Grupo Multiverso 📖🖤🎬 - Grupo de leitura coletiva e debate de filmes.

A narrativa do livro “O Labirinto do Fauno” é escrito em primeira pessoa pela Ophélia que no inicio da história é uma pré- adolescente de 13 anos Órfã de pai, ela acredita em uma versão mais bonita do mundo, devora livros e questiona as escolhas da sua mãe Carmem que é uma mulher na casa dos trinta anos e que está grávida do Capitão Vidal um homem cruel e vilão da história e tiveram que se mudar para a sua casa. A narrativa é carregada por mulheres Temos exemplos de mulheres bem diferentes, com passados diferentes e motivações diferentes, porém todas têm uma força peculiar.
“Sua mãe dizia que os contos de fadas não tinham nenhuma relação com o mundo real, mas Ofélia sabia que tinham. Os contos haviam lhe ensinado tudo sobre o mundo”

No inicio da leitura, já somos transportados para a vida de Ophélia que se muda com a mãe para um moinho que serve de abrigo para o padrasto e seus soldados, no norte da Espanha franquista. A menina logo percebe que o novo lar pode ser muito cruel e sombrio. Mas o que ninguém sabe é que a floresta ao redor abriga criaturas mágicas e poderosas, habitantes de um reino subterrâneo repleto de encantos e horrores.


A edição física de luxo da Intrínseca é maravilhosa [A ultima edição caprichada assim que li da editora foi Coraline] Além de ilustrações inéditas de Allen Williams que nos lembra o universo de Floresta sombria que esta ambientado o livro, temos também contos extras que expandem o  universo do filme.
 

⚠️ Alerta de conteúdo: A história se passa em 1944, no final da Guerra Civil Espanhola; As cenas de violência são realmente descritivas; Embora, seja um livro lúdico de conto de fadas as as atitudes violentas são colocadas no meio do plano de uma forma bastante chocante.

 

Guillermo del Toro é um dos escritores e cineastas de maior destaque na indústria cultural americana. É roteirista e diretor do sombrio e fascinante O Labirinto do Fauno, de Hellboy, Círculo de Fogo e A Forma da Água, filme ganhador de quatro Oscar, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor. Del Toro é também co autor da série de livros Trilogia da escuridão. Pela Intrínseca, publicou A forma da água, obra que expande o universo do filme, e Caçadores de Trolls, adaptado para as telas pela Netflix. Cornelia Funke é uma escritora e ilustradora alemã que se tornou best-seller no mundo inteiro com seus contos de fadas modernos. É autora de O senhor dos ladrões, da trilogia Mundo de Tinta e da série Reckless, todos sucesso de público e crítica. Mora em Malibu, Califórnia.


Título: O Labirinto do Fauno
Autores: Guillermo del Toro e Cornelia Funke
Tradutora: Bruna Beber
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Avaliação:  ☕☕☕☕☕💓


No ano de 1944, Ophélia e a mãe cruzam uma estrada de terra que corta uma floresta longínqua ao norte da Espanha, um lugar que guarda histórias já esquecidas pelos homens. O novo lar é um moinho de vento tomado pela escuridão e pela crueldade do capitão Vidal e seus soldados, dispostos a tudo para exterminar os rebeldes que se escondem na mata. Mas, o que eles não sabem é que a floresta que tanto odeiam também abriga criaturas mágicas e poderosas, habitantes de um reino subterrâneo repleto de encantos e horrores, súditos em busca de sua princesa há muito perdida. Uma princesa que, segundo os sussurros das árvores, finalmente retornou ao lar.

“Em nossas escolhas encontra-se o nosso destino.”

As minhas expectativas em ler O Labirinto do Fauno era ter uma experiência literária lúdica dos contos de fada, algo como Alice no pais das Maravilhas. Não somente pela referências... Ambos, os filmes se passam em 1944, no final da Guerra Civil Espanhola e pela personagem principal ser uma menina mesmo sendo uma pré-adolescente tendo uma visão de mundo bastante peculiar.

Porém, o autor Guillermo del Toro tem como "característica" em não tirar a pré-adolescente Ofélia da realidade cruel na qual ela foi inserida. A gravidez de risco de Carmem acaba negligenciando os cuidados com Ofélia e a morte prematura do seu pai acabou transformando-a em adulta cedo demais e "malcriada" com as decisões dos adultos.


Mesmo que Ophélia tenha os seus livros de conto de fadas como fuga da realidade O Labirinto do Fauno não se mostrou de inicio como um refúgio para Ophélia somente um meio para conseguir completar as três tarefas: O sapo, o homem pálido e a última tarefa que é sacrificar sangue de um inocente.

 

“Geralmente é mais fácil encontrar algo novo do que aceitar o que já se encontrou.” 


A violência liderada pelo Capitão Vidal e a sua tropa é algo decorrente e bastante descritiva durante a narrativa. Porém, as personagens que carregam a história são personagens femininas:👧Ophelia,👰Carmen e 👩Mercedes. 

Temos exemplos de mulheres bem diferentes, com passados diferentes e motivações diferentes, porém todas têm uma força peculiar. Como a narrativa é contada aos olhos de Ophelia, nós leitores somos "levados" a ver as personagens Mercedes e Carmen como contrapartes. Uma é o oposto da outra, o que torna muito fácil colocá-las em oposição. Porém, elas são mulheres muito diferentes e é justamente o passado e a situação social de cada uma que as faz ser o que são.

Na última tarefa, onde a morte está eminente, O Fauno apresenta-se para Ophelia de uma maneira um tanto quanto, compreensiva, diferente dos primeiros encontros que  apresentou-lhe as primeiras tarefas. O mundo subterrâneo, só se mostrou mágico no final da narrativa senti falta do  "Pais das Maravilhas" de Ophélia que na realidade éra a princesa Moana...

Eu não conhecia a escrita dos autores Guillermo del Toro &  Cornélia FunkeA narrativa do livro O Labirinto do Fauno, é mágico com um toque de crueldade... Embora, não seja uma obra infantil é necessária para o mundo de hoje.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também 

 


© Expresso Literário
Maira Gall