30 de setembro de 2021

Leitura do Mês: Agosto e Setembro/2021


Hoje decidi conversar com vocês sobre minhas leituras dos meses de Agosto/Setembro. Embora eu tenha entrado em algumas LC´s eu não terminei nenhuma leitura... Além, das Resenhas Literárias que escrevo depois de terminar cada leitura. Percebi a necessidade de escrever sobre as minhas Primeiras Impressões antes de terminar essas leituras e 5 motivos para ler.

  • O QUE EU LI ESTE MÊS


🔖 PRIMEIRAS IMPRESSÕES#04: ECOS, PAM MUÑOZ RYANNo inicio do mês, eu comecei a re-leitura do livro Ecos, Pam Muñoz Ryan. Eu fiz essa leitura em 2017 quando o livro recém tinha lançado e esse foi o meu primeiro contato com os livros da editora @DarkSideBooks


🔖5 MOTIVOS PARA LER: ECOS - EM HARMONIA COM OS IRMÃOS GRIMM - PAM MUÑOZ RYAN.⁣⁣⁣⁣ ECOS - EM HARMONIA COM OS IRMÃOS GRIMM é um livro de ficção escrito por Pam Muñoz Ryan, do selo DarkLove da Darkside Books. No livro, a autora nos conta três histórias que entrelaçam cada um à sua maneira, eles são afetados pela magia das três irmãs. A melodia das musicas clássicas estiveram no decorrer da história de cada personagem do inicio ao fim. Hoje traremos 5 motivos para você ler esta obra incrível.

🔖 05 MOTIVOS PARA LER: CORES VIVAS (ORANGE BOY): Cores Vivas é uma história poderosa sobre compreensão, amor e sobrevivência. A sensibilidade e o cuidado narrativo de Patrice Lawrence encontram casa na linha DarkLove, dedicada a revelar novas vozes femininas da literatura contemporânea. O coming of age urbano e repleto de camadas mostra que, às vezes, você pode fazer tudo certo, e mesmo assim as coisas dão errado. Mas respeito e compaixão são questões básicas para mantermos todas as nossas cores vivas. Trouxe alguns motivos, que me agradaram e me chamaram atenção, para convencê-los a ler o livro o quanto antes.


🔖RESENHA: CORES VIVAS (ORANGE BOY): Quando eu terminei a leitura do livro Cores Vivas (Orange boy) da escritora Patrice Lawrence eu percebi que "a empatia é um exercício constante..." e o quanto é necessário ter empatia também pelos personagens literários.... Eu escrevi no Primeiras Impressões que "eu iria segurar na mão do personagem principal Marlon independente dos seus erros durante toda a história... ". Mas, eu não consegui. 



🔖RESENHA: O PRÍNCIPE E A COSTUREIRA: No primeiro semestre, eu li o O Príncipe e a Costureira (The Prince and the Dressmaker) da da autora Jen Wang meu primeiro Graphic Novel da Darkside.



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também


29 de setembro de 2021

BOOKTAG: CAFÉ LITERÁRIO


Procurando na Blogosfera & Bookstagram uma Tag Literária para responder aqui no Expresso Literário encontrei a TAG: CAFÉ LITERÁRIO que foi criada pela Ingrid do Bookstagram @adoidadoslivros e que tem tudo haver com esse Blog literário que tem cheirinho de café...

☕ Café Expresso:
 Um livro curtinho - até 100 páginas


O Pequeno Cidadão nasceu em 2009, num CD gravado por Arnaldo Antunes, Edgard Scandurra, Taciana Barros e Antonio Pinto só com músicas para crianças. Inspirada pelas letras das músicas, Januária Alves criou A fantástica viagem do pequeno cidadão. O Pequeno Cidadão – um menino muito esperto, inteligente e curioso. Já nasceu com 7 anos e saiu direto de dentro de um CD cheio de músicas divertidas para as páginas deste livro que você vai ler. Acompanhado de seus amigos, o pássaro uirapuru Tangará, o sapo-boi Coach, a boneca Susi, entre outros, ele vai partir do seu Planeta X e viajar por muitos outros planetas, aprendendo que poder escolher o que queremos fazer na vida é o “grande X da questão”!

☕ Café Gelado: 
Um livro com um personagem muito frio. 



O Paul Inverness do livro Para Sempre Vou Te Amar tem um é um senhor aposentado e bastante carrancudo. Ele só quer a tranqüilidade que somente a privacidade de sua casa e o seu cachorro lhe proporciona.

☕ Café Com Leite: 
Um livro infanto-juvenil que você ama.


 Conheci o livro Coraline ano passado em uma LC e realmente amei. Coraline é uma leitura infanto-juvenil dos gêneros de: Fantasia, Horror e Ficção Científica com uma narração bastante adequada para esse público...

☕ Café Feito no Coador:
 Um livro clássico que você ama. 



Um livro clássico da literatura juvenil que amo demais é Alice no pais das maravilhas edição da Ed. Zarrar.


☕ Café Feito na Cafeteira: 
Um livro que você leu recentemente e adorou: 



O livro O Principe e a Costureira; A amizade do Sebastian e Frances e a busca da realização dos seus sonhos no decorrer da história. Deixa toda a narrativa do decorrer da história com aquele quentinho no coração... Essa é a minha experiência literária com Graphic Novel e é um tipo de leitura rápida.Embora, eu não quisesse terminar a leitura tão cedo.

☕ Café Forte: 
Um livro que mexeu com seu emocional de tão forte que era o tema.



A Guerra Que Salvou a Minha Vida da Kimberly Brubaker Bradley é um livro que realmente mecheu com o meu emocional tanto pela narrativa da história se passar na segunda guerra mudial quanto pela deficiência nos pés de Ada. Pois, tenho vergonha dos meus pés feios...

☕ Café Fraco: 
Um livro que te decepcionou.


Quando eu terminei a leitura do livro Cores Vivas (Orange boy) da escritora Patrice Lawrence eu percebi que "a empatia é um exercício constante..." e o quanto é necessário ter empatia também pelos personagens literários. Marlon um adolescente negro de 16 anos e um nerd com um repertório musical invejável...Mas, um garoto imaturo tanto por sua idade quanto na "bolha" de proteção que ele foi criado. Eu fiquei decepcionada pois, esperava um final aberto, como um suspense.

Café Com Adoçante: 
Um livro light para ler em dias tensos.




O livro Passarinha (Mockingbird) daa utora Kathryn Erskine. O livro é carregado de simbologias e metáforas que, apesar de belas e profundas, não são complicadas a ponto de não deixar o leitor sem entender o que a autora quis passar com aquilo. De fato, Kathryn Erskine precisa ser elogiada pela sua escrita, que é leve e bem humorada da mesma maneira que é complexa e emocionante. Além da história, Passarinha é um livro que dá gosto de ler pelo modo inteligente e tocante conforme foi escrito.

☕ Café Com Açúcar: 
Um livro com um casal clichê que aqueceu seu coração.



Eleanor do livro Eleanor&Park. Essa é a história de dois adolescentes que não se encaixam muito bem: Eleanor é ruiva, cabelos cacheados, com problemas familiares e roupas velhas que não caem bem nela. Park é metade coreano, metade americano, com seus próprios problemas em casa, apesar da familia quase perfeita. Mesmo "imperfeitos" se aproximam e vivem um típico romance adolescente. O assunto em comum entre os dois giram em torno de HQs e músicas... [Resenha]


☕ Capuccino: 
Um livro para ler em qualquer momento.



Em 2011 a livreira Lilian Dorea criou o blog [manual prático de bons modos em livrarias], para revelar histórias saborosas e hilárias de seus atendimentos em livrarias. O sucesso foi imediato e ela passou a receber relatos de outros livreiros. Agora, transformado em livro, ela reúne os melhores "causos" do blog, histórias inéditas, curiosidades, dicas de livros, blogs, sites e, claro, livrarias e sebos. Se você quiser evitar ser o novo protagonista de um post do [manual prático de bons modos em livrarias] é melhor ler este livro com toda atenção e aprender a "etiqueta" das livrarias.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também

19 de setembro de 2021

Primeiras Impressões#04: Ecos, Pam Muñoz Ryan.

No inicio do mês, eu comecei a re-leitura do livro Ecos, Pam Muñoz Ryan. Eu fiz essa leitura em 2017 quando o livro recém tinha lançado e esse foi o meu primeiro contato com os livros da editora @DarkSideBooks.


Chegaram aqui por uma mensageira. Devem partir da mesma maneira. De forma humana não sairão. Seus espíritos como o vento soprarão. Salvem uma alma à beira da morte. Ou aqui definharão á própria sorte."(Prólogo)

A aventura começa cinqüenta anos antes da Primeira Guerra Mundial — “a guerra para acabar com todas as guerras” —, quando o pequeno Otto se perde na Floresta Negra e encontra as três irmãs encantadas, prisioneiras de uma velha bruxa, que conhecia apenas das páginas de um livro, e acreditava ser apenas uma lenda. Como em um passe de mágica, as irmãs ajudam o garoto a encontrar o caminho de casa. E Otto promete libertá-las, levando o espírito das três dentro de uma inusitada gaita de boca. Ao longo dos anos, o instrumento chega à mão de novos donos:

Nas primeiras 100 páginas... Somos apresentados ao Friedrich, que nasceu com uma mancha no rosto de nascença vê o sonho de se tornar músico interrompido pela ascensão do nazismo. Mesmo sendo uma re-leitura Ecos é um dos meus livros favoritos da vida... E sempre panfleto ele com os meus amigos.

"Ele não é deformado nem debilitado. É brilhante!" disse o pai "é apenas uma mancha de nascença".



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

17 de setembro de 2021

Minha experiência com o Kindle Unilimited !

No inicio do ano, eu ganhei um Kindle de aniversário - Comecei a ler no aplicativo da Amazon no celular (Porém, não recomendo...) Assim que comecei a me familiarizar com as funções Kindle pensei na possibilidade em adquirir o Kindle Unlimited. Pois, seria a minha primeira experiência lendo em um leitor digital (E-reader) e seria uma boa alternativa devido a tudo que proporciona. Pensando nisso, resolvi escrever um artigo sobre a minha experiência e explicar como  funciona esse serviço.



O que é Kindle Unlimited?

O Kindle Unlimited é o serviço por assinatura da Amazon que disponibiliza mais de um milhão de e-Books ao preço mensal de R$19,90. Por um valor pequeno, você ter uma gama tão ampla de livros ao seu dispor certamente é muito chamativo, porém vale a pena ponderar outras coisas também e não só o preço. A Amazon sempre tem promoção do Kindle Unlimited 1,99 por 3 mês.

Acervo do Kindle Unlimited.

O acervo do Kindle Unlimited é extenso... E conta com mais de 1 milhão de livros. Porém, por mais que seja um acervo grande e que tenha algumas coleções bem populares como Harry Potter e alguns livros de Agatha Christie, algumas sagas e séries de livros muito conhecidas como As Crônicas de Fogo e Gelo, Senhor dos Anéis, Hobbit e alguns escritores de crônicas não marcam presença nesse catálogo. A Amazon sempre manda e-mail com as atualizações de novas leituras...

Quem Deve usar o Kindle Unlimited?

Se você é do tipo de pessoa que acompanha lançamentos recentes e está sempre antenado para ler coisas novas e recentes, pode ser que o Kindle Unlimited não seja para você, pois demora um tempo considerável até que novas obras estejam disponíveis no aplicativo. Mas,  se você gosta de receber sugestões de leitura ou gostaria de sair da sua "zona de conforto" com leituras surpreendentes e sempre tem escritores nacionais disponibilizando os seus livros no Kindle Unlimited.

 

 Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também



16 de setembro de 2021

Fotografia: Fotografando Livros...


Desde a época em que cursei Fotografia eu me identifiquei com vários segmento do mercado de fotografia profissional: Palco, Natureza, modelos e por ultimo e o que estou usando muito ultimamente... Produto.

Uso uma câmera fotografica profissional canon rebel t3i com a lente do kit e a queridinha dos fotógrafos Cinquentinha

A Fotografia de Produto é um nicho consiste em registrar e capturar produtos a serem vendidos ou divulgados. Um dos pontos mais importantes a se lembrar nesse gênero de fotografia é: o objetivo final é vender o produto fotografado, sempre. Por isso, é necessário que o fotógrafo conte com a habilidade de transmitir o valor do produto através da imagem. 


Quando eu comecei a fotografar os livros, para as minhas Resenhas Literárias  eu fui começando a perceber que eu precisava entender o produto que eu estava fotografando. Nesse caso, o livro: Eu preciso saber a narração, enredo os Personagens importantes... Sim, eu preciso ler a história para a composição da fotografia. Afinal, a Fotografia do Livro também é parte da construção da identidade visual do produto que será fotografado.



Depois de ler o livro... É importante começar o o trabalho com um "briefing" completo para entender a sua Identidade Visual que é o seu estilo de fotografia. 

  • Qual o objetivo para a fotografia do livro? 
  • Onde as imagens serão exibidas? As fotografias serão exibidas no seu Blog ou instagram.
  • Qual o público alvo da marca? O público alvo são leitores dos diferentes gêneros literários.
  • Qual é o Gêneros Literário do Livro? 
  • Qual é a identidade visual do produto? 
  • Essa coleção ou esse produto possuem um público ou conceito específico para eles? 
  • Qual será o tipo de fotografia de produto? Fundo branco; Contexto; Ambos. 

A fotografia de produto é um nicho consiste em registrar e capturar produtos a serem vendidos ou divulgados. aprendemos o quanto importante de se conhecer o produto que estamos fotografando. 



Você conhece quais são as partes 
de um livro impresso? 



A editora Palco escreveu um artigo sobre todas as partes que compõem um livro impresso e entender a importância de cada uma delas e alguns termos técnicos que compõem um livro. 


Capa 

A capa é considerada o cartão de visita de um livro, pois além de protegê-lo serve como chamariz para os leitores. Nela você irá encontrar o título da obra, nome do autor(a) e a editora em que ela foi publicada. 

Quarta Capa ou Contracapa 

É a parte de trás do livro, nela consta a sua sinopse e podemos conhecer sobre do que se trata a obra. 

Obs: A área interna da capa é denominada segunda capa e a área interna da contracapa é chamada de terceira capa. 

Lombada 

É a parte que liga todas as folhas do livro e dá sustentação ao material. Na lombada também deve constar o nome do livro, nome do autor e o logo da editora em que ele foi publicado para que seja fácil a identificação do livro se ele estiver guardado em uma estante. 

Primeira Orelha 

Esta parte do livro geralmente contém um pequeno texto onde o tema da obra é mais aprofundado. 

Segunda Orelha 

Na segunda orelha consta um pequeno texto sobre o autor da obra.


Conhecendo o segmento da fotografia Palco que eu vou fotografar e construindo uma  identidade visual do produto que será fotografado. É só usar a criatividade  para fotografar as histórias da leitura dos seus livros.





Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 


Trechos & Fotografias #02.

 


A coluna Trechos & Fotografias nasceu com o intuito de movimentar o Blog Expresso Literário com colunas além do conteúdo que vocês já estão acostumados..No primeiro post, eu disse que não sabia a frequência dessas postagens (semanal ou mensal...) Porém, para compensar esses meses que eu não fiz... vou fazer uma coluna semanal que trará, cinco fotografias e trechos marcantes dos livros que já resenhei aqui no blog.

📌📌📌




“Ninguém nunca se refere ao marido dela como um “anormal” por ter abandonado seus filhos; em vez disso, ficam cochichando que Lorelai deve ter falhado na hora de satisfazê-lo. O ex-marido dela foi reintegrado à sociedade, mas nenhum homem vai querer ficar com Lorelai. Não importa o quão linda ela seja, o peso da reputação manchada de uma sereia dura eternamente”.

A Pequena Sereia & O Reino Das Ilusões, Louise O’Neill [Resenha]




"Ela achou que eu estava mentindo, ou, na melhor das hipóteses, exagerando. Agora voltava a encarar o meu pé ruim. Senti uma onda de calor subir pelo meu pescoço. Pensei no que a Susan faria. Espichei o corpo, cravei os olhos no homem e disse, empertigada: ”Meu pé ruim fica muito longe do meu cérebro”.

A Guerra Que Salvou a Minha Vida. Kimberly Brubaker Bradley [Resenha]



Tupac disse que Thug Life, “vida bandida”, queria dizer “The Hate U Give Little Infants Fucks Everybody”, ou “o ódio que você passa pra criancinhas f@*# com todo o mundo”.
O Ódio que Você Semeia. Angie Thomas [Resenha]



"Brandão tem esse talento: tudo em que ele encosta apodrece. Janete mal pode ouvir os primeiros acordes que sente náuseas, tem vontade de chorar. Faz as contas de quantos minutos ainda faltam para o plantão do marido. Poucos, faltam poucos. Logo, a noite será só dela. Mas Janete precisa ser forte."
Bom dia, Verônica. Ilana Casoy e Raphael Montes [Resenha]





“Os contos de fadas são mais do que verdade: não porque nos dizem que os dragões existem, mas porque nos dizem que os dragões podem ser derrotados.”
Coraline, Neil Gaiman [Resenha]


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também
FanPage | InstagramBloglovin


13 de setembro de 2021

“E fora dos livros, você está bem? ”

ou  “E fora do story, você está bem?” 

A  literatura é algo que está me causando reflexão ultimamente...  Não a leitura em si, mas a pressão de criar conteúdo literário em tempos (complicados) que eu só quero chegar em casa e ler a minha leitura atual em paz... Porque a leitura para mim serve justamente para isso para escapar da realidade. Tá todo mundo mal. E nem estou falando do livro da Jout Jout com o subtítulo de O livro das crises. Quando eu comecei a compartilhar as minhas leituras no “Bookstagram” eu achei que estava ampliando a pagina LEITURAS onde eu escrevia resenhas e fotografias literárias no meu blog pessoal. Para um IG Literário. Mas, a vibe do “Bookstagram” é outra...

Eu sou do tipo que, sim, lê um livro atrás do outro. Finalizo um e já começo outro na seqüência. Não consigo ficar sem estar lendo nada “no momento”. O meu ritmo de leitura muda com freqüência...  O ritmo é pessoal! de acordo com a minha vida fora das páginas e que é saudável e me faz bem. Ano passado, eu comecei a ler em média, dois livros por mês. E foi em um ritmo bem tranqüilo, aproveitado  cada segundo... Sentindo o sabor de cada leitura. Enquanto, criar conteúdo literário eu costumo dizer que "eu fotografo e escrevo resenhas literárias para não esquecer das leituras que eu já fiz" [Quem nunca?].

Eu sempre costumo cair no erro de olhar o Feed de outros criadores de conteúdos:  A criadora postou as Leituras do Mês com um número X de livros... Até ai tudo bem, eu consumo conteúdo literário tanto quanto, eu escrevo conteúdos literários. Mas, eu comecei a fazer uma conta maluca da quantidade de conteúdo literário que ela poderia fazer com um número X de livros [X+Y= O resultado depende completamente do criador de conteúdo]. Sim, cada pessoa tem a sua vida, pensa de uma forma, vive em determinado contexto e pode usar o próprio tempo como quiser...

O erro está em ficar comparando o meu conteúdo com os outros conteúdos que rolam no Feed do instagram. Sabe a conta maluca? Um numero X de livros com a quantidade Y de conteúdo literário antes mesmo de fazer a leitura em um ritmo bem tranqüilo, aproveitado  cada segundo... Esquece! Pois isso deixou de ser algo bacana e virou pressão.

O estopim de toda essa reflexão aconteceu  com a trend: “E fora do story, você está bem?” ou “E fora dos livros, você está bem?”.

As criticas sobre o Instagram... Sobre a sociedade do espetáculo e a vida mostrada nas redes sociais. Já escrevi sobre isso INSTAGRAM O FAST FOODS DAS REDES SOCIAIS. o assunto não é novidade... Então, veio a pandemia e resolvi me aventurar no Bookstagram. Sim, eu nasci para pagar a minha língua e surgiram outras reflexões.

Na minha bolsa sempre tem um livro...  Mas, eu me lembro exatamente de dois momentos específicos que a leitura serviu para esquecer os problemas reais em que eu estava vivendo. Na época, a leitura servia para manter a mente funcionando... Sem exageros! Em tempos pandêmicos... Eu lembro da frase  “Estes livros deu uma mensagem esperançosa e consoladora para Matilda: que você não está sozinho.” do filme da Matilda que eu já assisti milhares de vezes. A leitura, é uma ferramenta para refletir sobre a nossa própria realidade e sobre como torná-la melhor – para nós mesmos e para os outros­ –.

Como as tuas leituras estão contribuindo para a tua forma de enxergar (e viver) a vida? Elas são só números ou de fato mudam algo na tua relação com o mundo?


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também
FanPage | InstagramBloglovin

9 de setembro de 2021

05 motivos para ler: Cores Vivas (Orange Boy).

 


Cores Vivas é uma história poderosa sobre compreensão, amor e sobrevivência. A sensibilidade e o cuidado narrativo de Patrice Lawrence encontram casa na linha DarkLove, dedicada a revelar novas vozes femininas da literatura contemporânea. O coming of age urbano e repleto de camadas mostra que, às vezes, você pode fazer tudo certo, e mesmo assim as coisas dão errado. Mas respeito e compaixão são questões básicas para mantermos todas as nossas cores vivas.

Trouxe alguns motivos, que me agradaram e me chamaram atenção, para convencê-los a ler o livro o quanto antes. 

A LUTA PARA O FIM DO RACISMO

Durante a narrativa vimos o racismo de uma maneira crua... Lembrei de um trecho  que eu li no livro O ódio que você semeia: “o ódio que você passa pra criancinhas f@*# com todo o mundo”.  Não é necessário ser um grande telespectador de Jornal Nacional para  vermos que a narrativa é um retrato do que pode ser a nossa realidade, e fala sobre quando a avaliação da  polícia é diferenciada quando envolve pessoas negras. 

O racismo estrutural estava ali, quando os policiais não acreditavam que a droga era realmente de Sonya. Pois, a cor de Marlon já denunciava que ele era culpado.

DIÁLOGOS INFORMAIS

O livro possui diálogos informais por ser protagonizado por um adolescente negro e que carrega algumas características de pessoas da mesma idade, como gírias, mensagens abreviadas, falas curtas e palavras com significados diversos. A narrativa em primeira pessoa do personagem Marlon um adolescente de 16 anos não soou forçado, com gírias sem sentido. Perdi tudo quando ouvi a expressão "chavoso". Eu ouvi essa expressão pela primeira vez no estágio de psicologia escolar em uma escola pública... 

REFERÊNCIAS GEEK E SCI FI

Marlon era um adolescente nerd. E durante toda a narrativa há diversas referências ligadas a isso. Os Vingadores e outros super heróis são constantemente citados, e até mesmo Isaac Asimov e suas obras. Para quem gosta do assunto, é muito bom ler o livro e encontrar referências do gênero. Elas caracterizam ainda mais como o protagonista é e nos faz nos colocarmos em seu lugar em alguns momentos, justamente por compartilharmos as mesmas paixões geeks.

REPERTÓRIO MUSICAL

O protagonista tem uma bagagem musical invejável... Que herdou do seu falecido pai, referente a música. Ela está em todos os momentos em que ele, Marlon, precisa de ensinamentos. A musica pode realmente salvar vidas!A Sr(a)Darkside fez uma playlist com todas as músicas maravilhosas que ele nos apresenta.

AUTORA NEGRA

Patrice Lawrence, autora de Cores Vivas, é uma autora negra que escreve sobre um garoto negro. Só por esse motivo em especial recomendo bastante a leitura, e os outros motivos podem ser considerados um brinde. A autora escreve perfeitamente e nos prende do início ao fim em sua  trama. Autoras negras precisam de destaque tanto quanto qualquer outra e esse é um livro ótimo para iniciar a reconhecer isso.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também
FanPage | InstagramBloglovin


© Expresso Literário
Maira Gall